Negócios
Quem são e o que querem os jovens Millennials ou Geração Y
A juventude de hoje tem comportamento bem diferente das gerações anteriores. Nada de rebeldismo regado a muitas drogas e álcool. Nada de sonhos impossíveis e utopias irrealizáveis. Esses jovens são conhecidos como Millennials ou Geração Y e nasceram entre os anos 80 e 2000 (o nome Millennials foi talhado pelos estudiosos Neil Howe e William Strauss, no livro Millennial Rising). Eles são filhos da revolução feminista e da revolução sexual, cresceram numa época de liberdade e de muita informação. Se sua empresa tem produtos voltados para essa faixa etária, veja como essa moçada se comporta, segundo estudos do portal WGSN:

* É uma geração mais careta: ser nerd passou a ser legal

* É uma geração que tem foco na saúde e na vaidade: menos drogas, menos bebida, mais beleza e sexo responsável

* Usam marcas como uma forma de compor sua identidade; a customização dá a sensação de pertencer a um grupo e se destacar dentro dele

* É uma geração obcecada por tendências de moda e como há grande rapidez na informação, as coisas perdem e ganham relevância muito rapidamente

* Barreiras geográficas, diferenças etárias ou sócioeconômicas perderam importância: a cultura e os interesses comuns os aproxima e os aglutina.

* As ”tribos” se formam por afinidade e identificação cultural, não importa que cada um esteja num canto do planeta.

* Muitos Millennials vivem com seus pais: o conflito entre gerações é menor

* Compartilham suas vidas pessoais na internet e não têm preocupação com o que é privado

* Segundo pesquisas, 61% dos jovens americanos não expressa interesse pelo mundo adulto. Portanto, as marcas voltadas para eles devem celebrar a juventude, pois é isso o que importa para eles


Se você pensa em contratá-los, veja o que o espera:

* Os jovens de hoje são mais estressados, pois sofrem maior pressão da família para ter sucesso

* No trabalho, o dinheiro não é o principal motivador: flexibilidade de horário e a liberdade de usar roupas casuais no trabalho pesam tanto quanto

* São inseguros em relação ao futuro: eles sabem que fazer uma faculdade ou conseguir um emprego não é garantia de estabilidade nem de sucesso

* São descrentes de regras pré-estabelecidas, por isso costumam ser mais empreendedores do que os jovens do passado

* São narcisistas e acham que sabem tudo

* Não ficam idealizando o futuro. Eles vêem o que pode ser feito, de fato, para mudar o mundo e se mobilizam, via internet.

O que te parece? O mundo estará em melhores mãos?


Autora: Roberta Rossetto

Fonte: Papo de Empreendedor


 Twittar o artigo acima


Artigos sobre Negócios
Casas de Câmbio por bairros de São Paulo-SP
Bela Vista
Centro
Chácara Santo Antônio
Itaim Bibi
Jardim Europa

Sumaré
Vila Andrade




Siga o Vip Mais no Twitter